domingo, 4 de julho de 2010

PROJETO E SUAS CARACTERÍSTICAS

CURSO: ELABORAÇÃO DE PROJETOS
NTE CONCÓRDIA / MEC
PROFESSORA/TUTORA – KAREN ANGÉLICA SEITENFUS AULER
CURSISTA – MYRIAN ISABEL SAIS BORGES LASTE

ATIVIDADE 1.3 - PROJETO E SUAS CARACTERÍSTICAS

Trabalhar com projetos tem sido uma das maiores recomendações pedagógicas da contemporaneidade, pois sua metodologia tem facilitado a criação, compreensão, produção e representação de conhecimentos, e, por ter o aluno como centro da aprendizagem, cujos estudos são estabelecidos e realizados a partir de seu interesse.

Uma das características do projeto de trabalho é seu caráter interdisciplinar, pois nenhuma área do conhecimento existe isoladamente, faz parte de um todo interrelacionado, uma vez que é fundamental contextualizar-se para poder conhecer. Um conteúdo pode não ter todas as áreas do conhecimento a ele agregadas, mas não existe sozinho, necessita de conhecimentos oriundos de diversas disciplinas para resolução das situações problema, dos desafios que são propostos. O que pode ocorrer é iniciar um estudo com uma questão de determinada área de conhecimento, e, no seu decorrer articular-se com outros conceitos de outras áreas e/ou ocorrer o inverso. Vale ressaltar que o estudo de um assunto isolado, descontextualizado e sem articular-se à realidade perde seu sentido.

De acordo com Bueno apud Hernández (2010), o projeto é

[...] atraente pela confluência de campos disciplinares que se produzem para que um "projeto" se realize, e a idéia de colaboração que implica. Além das possibilidades de estabelecer conexões, gerar transformações, explorar caminhos alternativos, dialogar com outros "projetos" que brindam práticas profissionais vinculadas a essa noção. (BUENO apud HERNÁNDEZ, 2010)

Os projetos de trabalho pedagógicos partem de uma situação problema, um desafio ligado ao cotidiano de alunos e professores. Eles contem uma meta a ser atingida com possibilidade de realização, dando sentido ao trabalho desenvolvido e envolvendo pessoas em torno de objetivos comuns. Isso faz com que os conhecimentos sejam tratados de forma global, dinâmica e orgânica tornando-se significativos, uma vez que o aluno consegue atribuir-lhe significado.

Através do trabalho com projetos há uma flexibilização da organização dos tempos e espaços do cotidiano escolar onde o professor deixa de ser o informador para a assumir a função de articulador, incentivador, problematizador e parceiro do aluno. O aluno deixa de ser sujeito passivo e dependente, passando a assumir uma posição ativa e autônoma na compreensão do conhecimento produzido e sistematizado ao longo da história e na produção de seu próprio conhecimento.

Certamente os resultados dos trabalhos serão maiores/melhores se ao longo do seu desenvolvimento puderem contar com os recursos tecnológicos como suporte, pois com eles o rompimento com o tempo e o espaço em sala de aula é facilitado. Num mesmo projeto poderão ser utilizados os mais diversos recursos tais como, computador, internet, rádio, gravador, DvD, TV, filmadora, câmera fotográfica digital, data show, aparelho de som, livros, revistas, jornais, entre outros.

Dentre as vantagens de se trabalhar com essa postura pedagógica destacamos a maior facilidade em alcançar objetivos coletivos, humanizadores de democracia e cidadania, tais como: o desenvolvimento da solidariedade, do espírito de grupo, da capacidade de tomar decisões, da autonomia intelectual e da capacidade de organização, fazendo com que os alunos aprendam a conviver e não apenas a viver.

Para que o trabalho com projetos tenha êxito, Prado (2010) recomenda que os professores repensem o potencial e a capacidade de aprendizagem dos alunos “[...] para a investigação de problemáticas que possam ser significativas para eles e repensar o papel do professor nesta perspectiva pedagógica, inclusive integrando as diferentes mídias e outros recursos existentes no contexto da escola.”. Dessa forma o ensino terá sentido e a aprendizagem será efetivada.


REFERÊNCIAS

BUENO, Tania Regina M. Como Trabalhar com Projetos em Educação Ambiental. Disponível em: . Acesso em 04 Jul. 2010.

PRADO, Maria Elizabette Brisola Brito. Pedagogia de Projetos: Fundamentos e implicações. Disponível em: . Acesso em 04 Jul. 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário